Secretaria divulga sexto edital de convocação do Processo Seletivo Simplificado da Saúde


Nesta quinta-feira (20), a Secretaria de Saúde de Juazeiro (Sesau) divulga o sexto edital de convocação do Processo Seletivo Público Simplificado (Edital nº 001/2016). A lista dos 136 profissionais convocados está disponível no Diário Oficial dos Municípios e no site da Prefeitura de Juazeiro.
Os interessados em assumir os cargos devem apresentar a documentação necessária no Auditório da Escola de Gestão Pública de Juazeiro (EGESP), localizado na Orla 2 do município (prédio do antigo IFBA),entre os dias 25  e 27 de julho, seguindo cronograma e horário previstos no Edital nº 006/2017.
Foram convocados profissionais para os determinados cargos: auxiliar de serviços gerais, agente de portaria, cozinheiro, copeiro, motorista de viatura leve, mensageiro, auxiliar em saúde bucal, técnico em laboratório, técnico em enfermagem, enfermeiro, médico anestesiologista, médico emergencista, odontólogo, fonoaudiólogo e psicólogo. Os salários variam entre R$ 888,00 e R$ 8.314,00.
Segundo o edital, os convocados devem apresentar a seguinte documentação: comprovante de quitação com o Serviço Militar (para homens) emitido por órgão competente, comprovando que o candidato é brasileiro nato ou naturalizado e que possui, no mínimo, 18 anos; comprovante de que está em dia com as obrigações eleitorais; atestado de aptidão física e mental emitida por um médico do trabalho, declaração do INSS atestando que o candidato não é aposentado; certidão de antecedentes criminais; declaração de não acumulação de cargos públicos, conforme os modelos dos Anexos III e IV; e declaração de bens, conforme o Anexo V.
Ainda conforme o edital, o candidato que não apresentar a documentação no prazo estipulado para admissão, será automaticamente excluído do Processo Seletivo.

Acesse aqui o edital
Ascom PMJ

Reunião discute revitalização de área ao lado do INSS em Juazeiro


Projeto do município que irá permitir a revitalização de área ao lado do INSS em Juazeiro foi discutida nesta quarta-feira, 20, pelo secretário de Serviços Públicos, Celso Leal, o representante dos barraqueiros, José Augusto, entre outras representações técnicas das secretarias municipais envolvidas.
De acordo com a arquiteta da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDUH), Thayse Barros, todas as barracas serão padronizadas, o local contará com vagas de estacionamento, melhorias na iluminação pública, além de canteiros com jardins. “O projeto prevê a recuperação de toda a estrutura. Vamos investir também em árvores altas para que tenha mais sombra e com isso a população tenha mais conforto”, ressaltou.
Representando os barraqueiros, José Augusto, conhecido por Babão, fala da expectativa para inicio das obras. “É um lugar muito movimentado, porque temos o apoio dos carros que vão para o interior e muitas pessoas transitam por aqui. Estamos buscando melhorias para atendermos nossa clientela”, disse, informando ainda que sete barracas serão beneficiadas.
“É importante trabalharmos junto com os parceiros. O projeto está lindo e a população vai sair ganhando com tudo isso, dando mais beleza e mantendo a cidade limpa e organizada. Tenho certeza de que Juazeiro continua a avançar e vamos trabalhar juntos para que isso aconteça”, destacou o secretário de Serviços Públicos, Celso Leal.
Participaram ainda da reunião o engenheiro civil, Alberto Gaspar, o diretor da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaurb), Jailson Silva, e o diretor da Empresa Aquino Silva, Júlio César.
Luzete Nobre/SESP

Sistemas construtivos permitem “mais em menos tempo”

Destaque para as as paredes de concreto, que ocupam cerca de 50% das obras do Programa Minha Casa, Minha Vida. Esta e outras tendências potencializam o setor com métodos construtivos que garantem ganhos na produtividade, diminuição nos prazos e sustentabilidade sem perder a qualidade.

O boom imobiliário e o fervor na habitação popular com o Programa Minha Casa, Minha Vida vividos pelo setor da construção civil entre 2010 e 2014 impulsionou o aprimoramento dos sistemas construtivos no País. Com prazos para a execução de obras menores e a preocupação crescente com os impactos ambientais, as empresas começaram a buscar, cada vez mais, novas técnicas para construir. Hoje, com a desaceleração da atividade construtiva em razão da crise, o desafio é maior, mas segundo especialistas, o potencial também. 
De acordo com o diretor de comunicação da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), Eng. MSc. Hugo Rodrigues, entre as tendências mais atuais em sistemas construtivos à base de concreto para a habitação e obras de infraestrutura os destaques ficam por conta da parede de concreto e o pavimento permeável. O processo rápido para produção em larga escala e em curto prazo faz da parede de concreto, por exemplo, uma alternativa eficiente para a execução de unidades habitacionais populares. 
A parede de concreto é moldada in loco com o uso de fôrmas - metálicas, plásticas ou alumínio - montadas de acordo com o projeto estrutural e preenchidas com concreto. Após o endurecimento do concreto as fôrmas são retiradas. “A parede de concreto detém aspectos como reciclabilidade e durabilidade, e ainda traz ganhos na produtividade pela agilidade na execução que já incorpora subsistemas como o elétrico, hidráulico, caixilharia e outros, durante o processo construtivo”, afirma Rodrigues. 
Segundo o diretor de comunicação da ABCP, atualmente as paredes de concreto ocupam cerca de 50% das obras do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). O que é uma boa notícia para as construtoras adeptas ao sistema construtivo, já que no último mês o governo federal anunciou a continuidade do programa MCMV com o investimento previsto de R$2,1 bilhões para projetos em 77 municípios. 
Já o pavimento permeável é um sistema sustentável que auxilia no combate às enchentes e alagamentos, uma vez que permite a infiltração da água no solo. São constituídos por peças permeáveis drenantes de concreto poroso e/ou peças intertravadas de juntas alargadas em concreto. “Tanto as paredes de concreto quanto o pavimento permeável são técnicas que apesar de recentes no Brasil, já são muito utilizados no exterior”, afirma o Rodrigues. 
Tendências - A modernização e industrialização dos sistemas construtivos, que passa pela evolução do concreto, será amplamente debatida no principal encontro de profissionais deste setor, o Concrete Show. De acordo com consultor da Associação Brasileira de Empresas de Serviços de Concretagem (ABESC), Arcindo Vaquero Y Mayor, o esforço das empresas de concretagem é trabalhar para aperfeiçoar o uso do concreto como um todo. “Um exemplo é o cimento que cada vez gera menos gases de efeito estufa em função de sua composição e geração de energia via co-processamento. A frota dos associados da ABESC também vem sendo renovada com motores mais eficientes e silenciosos (EURO 5) e equipada com rastreadores que otimizam o percurso até as obras”, afirma. 
Outra tendência que segue a ideia de impulsionar o setor para o ganho de produtividade é o concreto auto-adensável empregado tanto em pré-moldados como em pré-fabricados, para as aplicações de concreto no local. “Esse tipo de concreto é mais fluído e tem a aplicação mais rápida e silenciosa, uma vez que não necessita ser adensado com vibrador. Também contribui - se bem dosado - para evitar futuras patologias como as fissuras e trincas”, ressalta o consultor da ABESC. 
Pensando na fabricação do cimento, a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) em parceria com outras entidades nacionais e internacionais deve concluir ainda em 2017 o Mapeamento Tecnológico do Cimento. “É uma iniciativa para indicar os potenciais avanços tecnológicos a longo prazo capazes de reduzir emissões de carbono, considerando eficiência energética, combustíveis alternativos, adições ao clínquer e captura de carbono. É uma contribuição para identificar ações que a indústria de cimento poderá adotar com a finalidade de acelerar o progresso do desenvolvimento sustentável”, conclui Rodrigues. 
Representantes das associações ABCP e ABESC estarão na 11ª edição do Concrete Show South America, que acontece de 23 a 25 de agosto no São Paulo Expo, ministrando seminários direcionados para atualização de profissionais que atuam na construção civil. Os seminários que fazem parte do Concrete Congress, realizado em paralelo à feira de negócios, irão abordar temas como: “Paredes de Concreto” (organizado pela ABESC) e “Aplicações Práticas no Desempenho das Edificações” (organizado pela ABCP), entre outros. As informações sobre a grade de conteúdo, horários e valores de investimento estão disponíveis no site do evento:http://www.concreteshow.com.br/pt/component/jbusinessdirectory/conferences 

Serviço: 

Concrete Show South America 2017 
Data: 23 a 25 de abril 
Local: São Paulo Expo - Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 - São Paulo (SP)
Horário da Exposição: 23 de agosto das 13h às 20h / 24 e 25 de agosto das 10h às 20h 

Sobre o Concrete Show South America - Único evento na América Latina a reunir toda a cadeia produtiva do concreto, o Concrete Show South America chega em 2017 a sua 11ª edição. Anualmente, reúne marcas expositoras com soluções de mais de 40 segmentos, desde equipamentos para terraplenagem, canteiros de obras e projetos estruturais, até tecnologias de ponta para a cadeia produtiva do concreto, serviços e acabamento, visando sempre o aumento da produtividade, eficiência e redução de custos. Reconhecido como um dos mais importantes pontos de encontro da construção civil, a feira oferece oportunidades únicas de networking, experimentação de produtos, efetivação de negócios e um programa de conteúdo com conferências, seminários e cursos focados nos temas mais atuais do setor. 
Sobre a UBM Brazil - A UBM é a maior empresa organizadora de eventos B2B no mundo. Seu profundo conhecimento e paixão pelos setores da indústria que atende lhe permite criar experiências valiosas onde as pessoas atingem seu sucesso. Em seus eventos, as pessoas criam relacionamentos, fecham acordos e crescem seus negócios. Seus mais de 3.750 funcionários, com sede em mais de 20 países, atendem mais de 50 diferentes setores da indústria. No Brasil, atua nos segmentos da saúde, logística, ingredientes alimentícios, construção civil, construção naval e metroferroviária. Essa rede de relacionamento global, especializada, pessoas apaixonadas e líderes de eventos oferecem oportunidades únicas para que os empresários alcancem suas ambições. 

Conteúdo Empresarial

Reforma Trabalhista cria tratamento desigual e suprime direitos


Debate entre juristas do CPJUR expõe preocupação com aspectos sociais e de saúde dos empregados

Na última semana, o Centro Preparatório Jurídico (CPJUR) reuniu em sua sede, em São Paulo, um corpo jurídico com renomados especialistas em Direito do Trabalho para debater os impactos para o trabalhador a partir da aprovação da Reforma Trabalhista, que entra em vigor no fim deste ano. 
A conclusão geral dos estudiosos foi a de que faltou um amplo e democrático debate acerca da medida, com sérios prejuízos sociais ao trabalhador, à sua saúde e até mesmo à prestação dos serviços. 
“Além de violar direitos humanos, restringindo a liberdade do trabalhador em acionar a Justiça do Trabalho, a lei aprovada infringe, também, o direito à igualdade entre profissionais que atuam em um mesmo ambiente”, destaca o professor do CPJUR, Raphael Brolio. Ele, ainda, enfatizou que o fracionamento de férias poderá gerar severos prejuízos à saúde do trabalhador.
Outro crítico da reforma, o especialista e juiz do Trabalho, Maurício Simões, ressaltou a falta de um debate democrático na implantação de mudanças tão importantes na relação de trabalho. “A meu ver, faltou a participação de instituições como a Ordem dos Advogados, Ministério Público do Trabalho e da própria sociedade civil como um todo para discutir as mudanças de forma mais qualificada”. Ele ainda alertou para a diversidade geográfica do Brasil como um ponto que deveria ser considerado, já que há uma disparidade muito grande entre regiões – o que deverá causar enormes desajustes sociais. 
A aprovação de alterações nas jornadas de trabalho e tipos de acordos, individuais e coletivos, demonstraram-se pontos de grande preocupação entre os participantes, já que os trabalhadores deverão, em muitos casos, ser coagidos a aceitar condições desfavoráveis, com a implícita inviabilização de um contrato.
“Será que todas as mudanças nos modelos e formatos de contratação, quando vigentes, não impactarão negativamente na qualidade dos serviços prestados?”, indagou o professor do CPJUR, Fábio Rapp, que também se mostrou bastante apreensivo quanto ao fim da cobrança do imposto sindical, de forma abrupta. 
A Organização Internacional do Trabalho (OIT) já emitiu posicionamento de que a Reforma Trabalhista viola tratado internacional, ratificado pelo Brasil, ao não convocar as representações das categorias para a devida participação. “É uma lei que nasce contrariando um tratado internacional. Em tantos países desenvolvidos, como Espanha, Portugal, Nova Zelândia, essa dita modernização não funcionou, e é o modelo adotado aqui”, frisou Sabino. 
O professor Raphael Brolio ainda frisou mais um ponto. “O índice de cumprimento espontâneo das obrigações trabalhistas, no Brasil, é notadamente baixo. Será que, com a mudança na legislação, este índice mudará?”. 

Sobre O CPJUR 

Com foco no desenvolvimento de estudantes e profissionais de todo o Brasil que buscam capacitação e aprimoramento de conhecimentos na carreira jurídica publica ou privada, o Centro Preparatório Jurídico (CPJUR) promove cursos para o Exame da OAB, Concursos Públicos e Pós-graduação nas modalidades presencial, telepresencial e online. Com investimentos na qualidade de seu corpo docente, formado pelos principais juristas do Brasil; profissionais de atendimento com vasta e comprovada experiência no segmento; salas de aula com padrão de excelência e moderna tecnologia de transmissão, visa oferecer soluções inovadoras e adaptadas às necessidades de mercado, com a personalização e atualização constante exigida pelo ramo do Direito.

Márcio Santos - ML&A Comunicações

O espetáculo "O Massacre de Angico - A Morte de Lampião" realiza nova temporada gratuita em Serra Talhada


No ano em que se comemoram os 120 anos do nascimento de Virgolino Ferreira da Silva, o Lampião, popularmente conhecido como o Rei do Cangaço, o espetáculo “O Massacre de Angico – A Morte de Lampião", inicia nova temporada em Serra Talhada, nesta quarta-feira (26) e segue até 30 de julho, sempre a partir das 20h, na Estação do Forró (antiga Estação Ferroviária). A apresentação teatral gratuita conta o massacre de Lampião, Maria Bonita e seus companheiros de cangaço no leito de um riacho seco em Angico, em Sergipe. 
O roteiro do espetáculo é de autoria do pesquisador do Cangaço, Anildomá Willans de Souza, natural de Serra Talhada, mesma cidade onde Lampião nasceu. Segundo ele, o diferencial da história contada na peça é mostrar o lado humano do mais famoso dos cangaceiros. “Mostraremos ao público um Lampião apaixonado, que sente medo, afetuoso, que não era somente a guerra travada contra os coronéis e fazendeiros, contra a polícia e toda estrutura de poder, mas um homem que amava as poesias e sua gente”, revela o autor. 
Considerado o maior espetáculo ao ar livre do Sertão nordestino, a expectativa é reunir mais de 50 mil pessoas nos cinco dias da temporada. À frente da encenação, que conta com 50 atores e 70 figurantes, além de 40 profissionais na equipe técnica e administrativa, está um mestre de grandiosas produções teatrais ao ar livre no Estado, o diretor, ator e dramaturgo José Pimentel, que também integra o elenco no papel do cangaceiro Corisco. Entre atores e atrizes, estão Emanuel Santos, Modesto Barros, Sandino Lamarca, Eriane Freitas, Juçara Queiroga e Neidinha Olímpio - Miss Serra Talhada 2017 -, Karl Marx e Roberta Aureliano, que também canta durante a apresentação. 
A encenação tem 1h30 de duração, e conta com uma arrojada trilha sonora que, além das vozes gravadas dos intérpretes, inclui obras de Chico Science a Amelinha. Os efeitos especiais e os cenários são assinados por Octávio Catanho (Tibi), parceiro de José Pimentel em todos os seus outros trabalhos. O espetáculo acontece desde 2012 e é realizado pela Fundação Cultural Cabras de Lampião, com patrocínio do FUNCULTURA/Secretaria de Cultura/Governo do Estado de Pernambuco e Prefeitura Municipal de Serra Talhada, além de diversas empresas locais. A peça integra a programação do “Tributo a Virgolino – A Celebração do Cangaço – 120 Anos de Lampião”, que acontece entre 26 e 30 de junho e vai contar com mais de 40 atividades culturais, como filmes, espetáculos teatrais, exposições fotográficas, shows, quadrilhas juninas, poetas, contadores de causos e capoeiristas, entre outras, em diversos pontos da cidade. 

Serviço
“O Massacre de Angico – A Morte de Lampião”
Local: Estação do Forró (antiga Estação Ferroviária)
Endereço: Rua Dr. Adolfo Bezerra Sampaio, 229, São Cristovão
Datas: Entre os dias 26 e 30 de julho
Hora: A partir das 20h
Entrada gratuita

Por Roberta Meireles

UNEB divulga lista de convocados da 3ª chamada do SISU


Os selecionados devem dirigir-se, entre os dias 02 e 03 de agosto, das 8h30 às 12h e das 14h às 17h30, à coordenação acadêmica do curso em que foi selecionado para efetivar a matrícula. É necessário levar todos os documentos necessários, de acordo com o edital de matrícula que conta no site.


Núcleo de Assessoria e Comunicação / UNEB - DCH III

Congresso Nacional mira na prevenção de mortes no trânsito


Crescente aumento de acidentes tem preocupado parlamentares, que começam a discutir propostas sobre o tema. Brasil é a nação que possui um os maiores índices

O crescente número de acidentes com mortes no trânsito do Brasil tem despertado a atenção de congressistas, em Brasília. A preocupação faz sentido. Os acidentes de trânsito são a segunda causa de morte entre jovens de 18 a 24 anos no Brasil. Por isso, uma ala de deputados federais pretende aperfeiçoar ou mesmo dar maior rigor às leis de trânsito vigentes. Cada vez mais, projetos com teor de prevenção de mortes anunciadas são apresentados no Congresso Nacional a fim de tentar reverter os tristes números das estatísticas nacionais.
Uma das principais vozes da causa na Praça dos Três Poderes é, sem dúvida, a deputada federal Christiane Yared (PR-PR). Ela sentiu na própria pele a dor de integrar a estatística de mortes causadas pelo trânsito. Há oito anos, em Curitiba, o filho dela Gilmar Rafael e um amigo foram vítimas de um grave acidente provocado pelo ex-deputado estadual paranaense Carli Filho. A perícia apontou que o político havia feito uso de álcool antes de causar a batida. O choque levou os outros dois jovens ao óbito imediato e gerou revolta na família da hoje parlamentar e também de cidadãos paranaenses. O caso ganhou repercussão nacional, mas ainda aguarda a data do júri popular.


Ao ser eleita, tratou de levar ao Congresso a bandeira que fez dela a deputada mais votada do Paraná: segurança no trânsito. Um dos seus principais projetos é o que torna inafiançável o crime causado por condutor de veículo que esteja sob efeito de álcool. Além de impedir fiança de soltura do responsável por mortes, ela propõe ainda o reajuste considerável dos valores da fiança para no caso “apenas” de lesão corporal causada pelas mesmas circunstâncias.
“Eu não levanto essa bandeira em causa própria, mesmo porque o meu filho não precisa de justiça, tampouco de novas leis. Ele já descansa. Eu luto hoje para que outras famílias não tenham que sofrer tudo o que temos sofrido nesses últimos oito anos”, desabafa a parlamentar. A passos lentos, o projeto ainda tramita pelas comissões da Câmara dos Deputados antes de ser analisado pelos parlamentares em plenário.
Yared defende também que motoristas inexperientes sejam proibidos de conduzir meios de transporte nas rodovias brasileiras. A proibição atingiria cidadãos com a carteira de habilitação temporária, que tem o prazo de validade de um ano, para todas as categorias. Segundo a parlamentar, a mistura da inexperiência dos recém-habilitados com as condições na maior parte das vezes precárias das rodovias podem contribuir para o aumento dos acidentes nas estradas. “A prudência é sempre a melhor solução para tudo”, argumenta.
Na mesma linha, outro projeto que tem chamado atenção é assinado pela deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO). A proposta da tucana obriga o motorista principiante a usar no vidro traseiro do veículo um adesivo para que outros veículos possam identificar que trata-se de um de condutor inexperiente. “O motorista recém-habilitado sente-se inseguro para enfrentar o trânsito, cada vez mais caótico”, argumenta a congressista.
Carvalho justifica que o novo condutor, além de ter as dificuldades iniciais, se depara ainda com a impaciência de outros motoristas que desconhecem sua condição de iniciante. “O uso da sinalização estimula o despertar da tolerância natural no trânsito, o que aumenta a segurança, principalmente com os jovens e evita colisões e acidentes graves”, acredita.
Recentementeo Plenário do Senado aprovou o projeto que cria o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans). De acordo com a Mesa do Senado Federal, o documento servirá para orientar ações e programas para diminuição dos índices negativos no trânsito em todo o país. A proposta, que ainda será analisada pela Câmara dos Deputados, prevê ainda o estabelecimento de metas para estados e municípios, sob pena de multas altas no caso do não cumprimento. O objetivo é reduzir em pelo menos 50% as mortes por veículos em dez anos.
No mundo, o Brasil é o quarto país em número de mortes no trânsito. Só para se ter ideia, em 2016, ocorreram 20.994 acidentes graves em rodovias federais contra 21.854 ocorrências em 2015. Ao todo foram 21.439 feridos graves e 6.405 mortos em decorrência desses acidentes. Em 57% dos casos, as vítimas fatais foram os próprios condutores dos veículos. “O que ocorre neste País é uma carnificina. Todos os dias centenas de pessoas perdem a vida no trânsito e há, ainda, um número elevadíssimo de vítimas com sequelas. É nosso dever poupar essas vidas”, arrematou Christiane Yared (PR-PR).


Caio Barbieri - Objetiva Comunicação

Inscrições para curso gratuito de técnico em Agronegócio terminam amanhã (21)


Os interessados em participar da seleção para o Curso Técnico em Agronegócio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Pernambuco (Senar/PE) ainda têm tempo para se inscrever no portalhttp://etec.senar.org.br/. O prazo termina às 23h59 desta sexta-feira (21/07). Já o período de aplicação das provas foi ampliado até o sábado (22/07), mas quem deixa para fazer inscrição na última hora corre o risco de não conseguir vaga para o exame, que é presencial, feito em computador disponibilizado no polo presencial de Bezerros, em data e horário definidos no ato da inscrição. 
Lançado há apenas um ano em Pernambuco, o Curso Técnico em Agronegócio é cada vez mais concorrido. Nesta seleção, com as inscrições ainda em curso, mais de 13 mil candidatos disputam as 2.055 vagas oferecidas, em 55 dos 99 polos da rede espalhados pelo País. Certificado pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) e reconhecido pelos Conselhos Regionais de Engenharia (Creas), a capacitação prepara profissionais para atuar nos diversos ramos do setor agropecuário, seja na gestão de propriedades rurais, em agroindústrias, ou empresas de consultoria e assistência técnica. Um amplo e crescente mercado de trabalho, cada vez mais carente de mão de obra qualificada. 

Alta qualidade

De nível técnico, o curso oferecido gratuitamente pelo Senar, é quase todo a distância. Oitenta por cento das 1.230 horas/aula são online. Os conteúdos são conteúdos são teóricos e práticos, reforçados por videoaulas e apostilas impressas. Os outros vinte por cento da carga horária são presenciais, preenchidos por aulas e provas nos polos da rede e com as chamadas visitas técnicas feitas à fazendas e agroindústrias. Marina Lima 

Assessoria de Comunicação do Sistema Faepe/Senar-PE

Campus Ouricuri divulga lista do décimo segundo remanejamento


A comissão organizadora do Processo Seletivo 2017 do IF Sertão-PE divulgou, nesta quarta-feira (19), o décimo segundo remanejamento para os concorrentes às vagas no campus Ouricuri.
A comissão convoca os candidatos excedentes dos cursos de Edificações e Informática para o preenchimento das vagas ociosas nos cursos de Agropecuária e Agroindústria. Informa-se que ficará a critério do candidato a escolha do curso a ser matriculado.
Os candidatos concorrentes do Grupo C deverão comparecer ao campus para realização da entrevista nesta sexta (21) das 8h às 12h. As matrículas serão realizadas nos dias 25 e 26 de julho das 08h às 12 h e das 14h às 18h.
Clique aqui para conferir a lista do décimo segundo remanejamento e outros arquivos do Processo Seletivo 2017.

Por Felipe Piauilino / Ascom

Agendamento do turno da tarde é divulgado para os alunos veteranos


Encontram-se disponíveis os horários e dias das entrevistas para os estudantes do turno da tarde e que recebem auxílios estudantis regulados pelos Editais 09/2016 e 13/2016, do programa de assistência estudantil do campus Petrolina do IF Sertão-PE. 
Para permanecerem com os auxílios, os estudantes deverão apresentar questionário socioeconômico preenchido (Anexo II) e a documentação exigida no edital, no ato da entrevista. A data e horário das entrevistas já estão agendados e devem ser consultados (Anexo III).
Acesse aqui o agendamento.

Por Lucas Augusto / Ascom

Curso de Introdução à Programação de Computadores está com inscrições abertas


O campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE está com inscrições abertas, até o dia 26 de julho, para o curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) de Introdução à Programação de Computadores.
O curso, que tem carga horária de 80 horas, oferece 40 vagas, divididas em duas turmas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na Coordenação de FIC do campus, das 9h às 12h e das 13h às 16h. Para se inscrever, o candidato deve apresentar ficha de inscrição preenchida (disponível no edital), cópias do RG, CPF e comprovante de residência. 
A seleção será feita por ordem de inscrição. Os selecionados devem fazer a matrícula na Coordenação de FIC, no dia 27 de julho, das 09h às 12h. As aulas serão realizadas no período de 20/07/2017 a 28/10/2017 no Laboratório de Informática I do campus Petrolina Zona Rural, às quintas-feiras (Turma 1) de 08h às 12h e às sextas-feiras (Turmas 2) de 13h às 17h. 
Clique aqui para conferir o Edital nº 10/2017.

Por Inês Guimarães / Ascom

Morre Marco Aurélio Garcia, ex-assessor de Lula e Dilma


O ex-assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais nos governos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff, Marco Aurélio Garcia, morreu hoje (20), em São Paulo, vítima de um infarto, aos 76 anos.
Professor aposentado do Departamento de História da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Garcia foi atuante no Partido dos Trabalhadores (PT) desde a sua fundação, em 1980.
“Ele foi um importante líder na construção e execução da política externa brasileira durante o governo de Lula, além de ser um dos grandes apoiadores dos Brics [bloco formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul] e do fortalecimento das relações Sul-Sul”, destacou o partido, em nota.
Até o momento, não foram divulgadas informações sobre o velório.

Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil